sexta-feira, maio 02, 2014

consulta de enfermagem de diabetes

consulta de enfermagem de diabetes

Esquema de consulta efetuada com o SAPE – Sistema de Apoio à Prática de Enfermagem e linguagem CIPE

Programa de saúde escolhido: Grupo de Risco: Diabetes

Fenómenos mais frequentes ligados à diabetes:

Adesão ao Regime Terapêutico, Adesão à Vacinação, Autoadministração de Medicamentos, Auto – Vigilância, Alimentar-se, Auto cuidado, Aceitação do Estado de Saúde, Obesidade, Visão, Comportamento De Procura De Saúde e Gestão Do Regime Terapêutico.

Exemplo de registo:

Fenómenos escolhidos: Gestão Do Regime Terapêutico, Autovigilância.

Focos de atenção

Gestão Do Regime Terapêutico

1) gestão do regime terapêutico eficaz/ ineficaz

2) conhecimento sobre hábitos de exercício no gestão do regime terapêutico demonstrado/ não demonstrado

3) conhecimento sobre fisiopatologia da doença no gestão do regime terapêutico demonstrado/ não demonstrado

Auto – Vigilância

1) conhecimento sobre autovigilância glicemia capilar no auto - vigilância demonstrado/ não demonstrado

2) conhecimento sobre autovigilância dos pés no auto - vigilância demonstrado/ não demonstrado

Intervenções de enfermagem

Monitorizar/ vigiar: Monitorizar glicemia capilar, Monitorizar peso corporal, Monitorizar altura corporal, Monitorizar índice de massa corporal (IMC), Monitorizar perímetro abdominal, Monitorizar tensão arterial, Monitorizar frequência cardíaca, Monitorizar Hba1c, Monitorizar risco de úlcera do pé diabético, Vigiar pés.

Gerir: Providenciar equipamento de auto - vigilância glicemia capilar, Providenciar material de leitura sobre auto – vigilância, Providenciar material de leitura sobre regime terapêutico.

Cuidar: Incentivar auto vigilância.

Informar: Ensinar sobre auto - vigilância: glicemia, Ensinar sobre gestão do regime terapêutico, Ensinar sobre hábitos alimentares, Ensinar sobre hábitos de exercício, Ensinar sobre sinais de hiperglicemia capilar, Ensinar sobre sinais de hipoglicemia capilar, Informar sobre Guia do Diabético, Instruir autovigilância da glicemia capilar, Treinar autovigilância da glicemia capilar, Treinar autovigilância dos pés.

A escolha dos fenómenos e focos de atenção está ligada aos estilos de vida do utente, IMC (obesidade), medicação crónica (insulina), prevenção das complicações, entre outros aspetos. Esta escolha deve ser individual e adaptada a cada utente. Todos os diabéticos devem ter a avaliação inicial preenchida, com os seguintes dados: Ano de diagnóstico, tipo de diabetes, vigilância (onde faz), Máquina de glicemia capilar, Apoio de consultas (nutrição, pé diabético, endocrinologia, nefrologia e oftalmologia) e observações.

Fontes bibliográficas
SAPE - Serviço de Apoio à Prática de Enfermagem
CIPE - Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem, CIPE®2.0
Share This